sexta-feira, 27 de fevereiro de 2015

amanheceu minha pele
no pensamento caminhos tecidos
sem limites são foscos chuva
as pancadas janela
amoleceu minha retina
o pensamento em fios séculos
os dias são não
no tempo
entregues
caminhos idos vistos vidros
envoltos vidos isto
mas saio vivo visto
óculos na paisagem
as viagens não são vingadas
no dito
um novo semblante se envermelha
apareceu um sorriso

Nenhum comentário:

Postar um comentário

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil