quinta-feira, 21 de abril de 2011

queima minha boca
não tem lugar
explode de sim
aqui elefanto ita
liano
una carne flesh
alface polpa

diga agora se tem aonde ir
que não seja voltar

Um comentário:

  1. diga agora se tem aonde ir
    que não seja voltar


    gosto muito disso! Acrescento:
    que não seja voltar pra casa

    hasta...

    ResponderExcluir

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil