quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

ando nessa
que qualquer coisa me interessa
a solidão é indispensável
tento me convencer
a fazer nada
a rima é inevitável

tento isso
que tudo mais me estressa
a solução era impensável
tento qualquer coisa
o tédio me serve
eu inseparável



é assim
não importa
as caixas de papelão na rua me satisfazem
as sombras no azulejo me desenham
o silêncio me abraça me consola

a minha ilusão me deseja

7 comentários:

  1. isso dá uma música muito chique!

    ResponderExcluir
  2. depois do texto lido a gente faz um "ahhhhhhh"

    chêros no cabelo

    ResponderExcluir
  3. A sua ilusão é estar em você mesmo.

    ResponderExcluir
  4. e o desejo que ilusiona
    e a imaginação que vôa...

    ResponderExcluir
  5. Que bom q existem as férias, ou muita coisa me passaria desapercebida!
    Em outras palavras: passarei mais por aqui ^^

    ResponderExcluir

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil