quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

criança

leve
quero que leve como ar
quero de leve

sombra suave cinza fica pálido

... as areias do chão de cimento brilham na sombra pálida de sol
milhões de grãozinhos esparramados e presos no passeio
piscando no movimento
a sombra de cócoras

8 comentários:

  1. a sombra de cócoras

    como um jeca tatu

    ResponderExcluir
  2. as crianças sao psicopatas! TODAS ELAS.

    ResponderExcluir
  3. na
    simples e suave coisa

    (suave coisa nenhuma)



    "secos e molhados"

    ResponderExcluir
  4. Oi! Eu sou a Prisla amiga do Luciano,que foi no encontro lá no parque...
    Então...
    Fiz um blog e sou leiga em mexer com esse trem,e gostaria que vc me incluísse aí no seu blog, valeu!

    ResponderExcluir

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil