terça-feira, 22 de julho de 2008

sonhei com ela
mas ela está bem longe agora
tinha encontrado em um posto de gasolina

(deitei no chão para tentar
descansar um pouco ou
pensar nela
e um pernilongo voou sobre mim
tenho forças pra levantar não
minha preguiça me cola ao chão
mas o inseto me incomoda)



(ontem à noite enquanto sonhava com ela
um vaga-lume entrou no meu quarto
acordei e vi piscando
verde, tudo negro, verde, tudo negro...
fechei os olhos novamente)

pisca pisca pisca
sempre me incomoda

mas é tão bonito

sonhei mais um pouco












ainda vejo o vulto de um espírito de mulher
me abraçando depois de um sonho
mas era real
sinto ainda o gosto do beijo

7 comentários:

  1. para minha leitora mais assídua! ;)

    ResponderExcluir
  2. aíiiii que lindooO!!!!!
    [emocionada]

    esse é mais um dos meu prediletoss!!
    um beijo do tamanho da saudade

    ResponderExcluir
  3. "no dia em que ocê foi embora eu fiquei sozinha esperando o sol morrer, por entre as ruínas de Santa Cruz, pensando em nós dois..."

    ResponderExcluir
  4. eita q pra matar a saudade só vindo aki, hein???!!

    bjuuu

    ResponderExcluir
  5. um sotaque carregando o "sss"
    e uma doçura na vozz...

    bjosss

    ResponderExcluir
  6. Show! Adoro atmosferas de quarto...e narrativas sonhiferas!

    ResponderExcluir

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil