sexta-feira, 10 de agosto de 2007

espuma.


































o eterno conflito
distúrbio
interno
talvez pensado mais baixo
mas não existe um quinto dos infernos para ir
só o núcleo de terra
quente devorador
aconchegante


baba


por quê?

mas vai ter um elemento de transição
versos mais curtos
antigamente era mais natural
parece que faz alguns mil ânus

novo, terrivelmente novo
triste tutear
tatear, aliterações e assonâncias
terréveis
terra
terríveis falta de palavra

flocos


sorve




quase tudo

não é de propósito


agito a espuma já lá
explode


elementos
mente
terrívelmente

retorno
drásticamente


mente, mente mente
nada é verdade
mente descaradamente
mistura e agita

verde posso buscar o começo


eu acho que é tudo sobrio sério
demais para mim

surreal mente
racional

Um comentário:

  1. o vento vai dizer...
    lento que virá...
    e se chover demais...?

    ResponderExcluir

lave

metâmero




poesias inéditas semanalmente
outros conteúdos e indicações relacionadas diariamente em facebook.com/encardido

Creative Commons License
cárdeo [e todo o conteúdo, exceto quando citado de outrx autorx] de marcos assis está licenciado por creative commons atribuição-uso não-comercial-compartilhamento pela mesma licença 2.5 brasil